11 de fevereiro de 2011

Maná - Lábios Compartidos (Letra e Tradução)

Maná é uma banda mexicana, fundada na cidade de Guadalajara, em 1980. Atualmente é uma das bandas de pop rock latino mais conhecidas do mundo. Muito bom o som.

Confira abaixo a Letra de Máná - Labios Compartidos:

Amor mío
Si estoy debajo del vaiven de tus piernas
Si estoy hundido en un vaiven de caderas
Es tu es el cielo, es mi cielo

Amor fugado
Me tomas, me dejas, me exprimes y me tiras a un lado
Te vas a otro cielo y regresas como los colibris
Me tienes como un perro a tus pies

Otra ves mi boca insensata
Vuelve a caer en tu piel
Vuelve a mi tu boca y provoca
Vuelvo a caer de tus pechos a tu par de pies

Labios compartidos
Labios divididos mi amor
Yo no puedo compartir tus labios
Y comparto el engaño
Ni comparto mis dias y el dolor
Yo no puedo compartir tus labios
Oh amor, oh amor
Compartido

Amor mutante
Amigos con derecho y sin derecho de tenerte siempre
Y siempre tengo que esperar paciente
El pedazo que me toca de ti
Relampagos de alcohól
Las voces sólas llóran en el sol
Mi boca en llamas torturada
Te desnudas angel hada luego te vas

Otra ves mi boca insensata
Vuelve a caer en tu piel de miel
Vuelve a mi tu boca duele
Vuelvo a caer de tus pechos a tu par de pies

Labios compartidos
Labios divididos mí amor
Yo no puedo compartir tus labios
Que comparto el engaño
Y comparto mís dias
Y el dolor
Ya no puedo compartir tus labios
Que me parta un rayo
Que me entierre el olvido mi amor
Pero no puedo más
Compartir tus labios
Compartir tus besos
Labios compartidos

Te amo con toda mi fe, sin medida
Te amo aún que estes compartida
Tus labios tienen el control

Te amo con toda mi fe, sin medida
Te amo aún que estes compartida
Y sigues tu con el control, control...

Confira agora a Tradução de Máná - Labios Compartidos:

Meu amor,
se estou embaixo do vai e vem de tuas pernas
Se estou perdido num vai e vem de quadris.
Isto é o céu, é meu céu

Amor fugido,
Me pega, me deixa, me aperta e me atiras de lado.
Te vais a outros céus e regressas como um beija-flor
Me tens como um cachorro a teus pés.

Outra vez minha boca insensata
Volta a cair em tua pele
Volta a mim tua boca e provoca
Volto a cair de teus peitos a teu par de pés.

Lábios compartilhados,
Lábios divididos meu amor.
Eu não posso compartilhar teus lábios.
Nem compartilho o engano,
Nem compartilho meus dias nem a dor.
Já não posso compartilhar teus lábios,
Oh amor, oh amor, compartilhado.

Amor mutante
Amigos com direito e sem direito de ter-te sempre
E sempre tenho que esperar paciente
O pedaço que me toca de ti.
Relâmpagos de álcool
As vozes sozinhas choram no sol heee!
Minha boca em chamas torturada,
Te despes anjo, logo te vas.

Outra vez minha boca insensata
Volta a cair em tua pele de mel
Volta a mim tua boca dói
Volto a cair de teus peitos a teu par de pés.

Lábios compartilhados,
Lábios divididos meu amor.
Eu não posso compartilhar teus lábios.
Nem compartilho o engano, nem compartilho meus dias nem a dor.
Já não posso compartilhar teus lábios,
Que me parta um raio
Que me enterre o esquecimento, meu amor!
Mas não posso mais compartilhar teus lábios
Compartilhar teus beijos, lábios compartilhados!

Te amo com toda minha fé sem medida
Te amo ainda que estejas compartilhada
Teus lábios têm o controle.

Te amo com toda minha fé sem medida
Te amo ainda que estejas compartilhada
E segues tu com o controle.

Segue agora, o vídeo de Maná - Labios Compartidos

video

Um comentário: